atividade-na-gestacao
28 de novembro de 2018
Você sabe quais são as atividades físicas mais indicadas na gestação?

Ir para a academia pode exigir uma dose extra de motivação, mas a recompensa é enorme. O exercício consistente durante a gravidez pode minimizar as dores e a constipação, ajudá-la a dormir melhor e reduzir o risco de diabetes gestacional e depressão. Você pode até acabar tendo um trabalho mais curto e menos complicado. Desenvolver bons hábitos de treino durante a gravidez irá ajudá-la a recuperar o corpo mais rapidamente após o parto.

Tudo muda quando você está grávida, por isso exercite-se, sempre sob a orientação do seu médico. Veja como se adaptar com as dicas da Dra. Luciana Puglia, ginecologista e obstetra do Hospital Santa Elisa.

Se na sua Cidade tiver aulas de exercícios pré-natais, inscreva-se. Não são apenas os exercícios modificados para a gravidez, mas você também pode se relacionar com as outras mães e trocar experiências sobre estar grávidas, como azia, pés inchados e hemorroidas. Você pode até obter dicas de trabalho de parto.

Mas se você já praticava atividades físicas anteriormente a gestação, e sente falta delas, não há problema em continuar, desde que você preste atenção em como seu corpo se sente, limite sua intensidade e permaneça dentro da amplitude normal de movimento. Apenas certifique-se de que o instrutor saiba que você está grávida e esteja bem informado sobre as modificações que você pode fazer. Se o seu instrutor não trabalhou com mulheres grávidas, encontre alguém que tenha. Tenha em mente que aulas altamente coreografadas como Step não são as melhores escolhas para mulheres grávidas, pois elas exigem mudanças rápidas de direção e um maior senso de equilíbrio.

Aqui estão as aulas mais comuns que você encontrará na academia e o que você precisa saber sobre como se beneficiar delas durante a gravidez.

Pilates – Pilates ajuda a manter o tônus muscular do abdômen, que irá apoiar a barriga em crescimento, minimizar a dor nas costas e dar-lhe mais força para empurrar durante o trabalho de parto. Mas as aulas podem ser problemáticas após o primeiro trimestre, porque muito trabalho é feito deitado de costas. Não faça esses exercícios ou use um suporte de coluna de espuma em ângulo (encontrado na maioria dos estúdios de Pilates, mas não em muitos ginásios); isso manterá sua cabeça mais alta que sua barriga. Você ainda poderá fazer o trabalho das pernas deitado de lado, exercícios na parte superior do corpo e alongamentos.

Yoga – Yoga não só fortalece o seu núcleo e melhora a flexibilidade, mas com seus movimentos suaves e ênfase na respiração e meditação, também promove uma sensação de calma. Na segunda metade da gravidez, evite reviravoltas e movimentos exagerados que puxem sua barriga, movimentos que exijam que você fique de costas ou com a barriga por períodos prolongados, e inversões como cabeçadas e apoios para os ombros.

Aeróbica aquática – Ah … alívio. Não é à toa que a hidroginástica seja a favorita do terceiro trimestre. Suas articulações vão te agradecer! Use calçados aquáticos para não escorregar no fundo da piscina.